16
views
0
recommends
+1 Recommend
1 collections
    0
    shares
      • Record: found
      • Abstract: found
      • Article: found
      Is Open Access

      Transtornos mentais auto-referidos em estudantes universitários Translated title: Self-referred mental disorders in university students

      Read this article at

      Bookmark
          There is no author summary for this article yet. Authors can add summaries to their articles on ScienceOpen to make them more accessible to a non-specialist audience.

          Abstract

          OBJETIVOS: Verificar a prevalência de transtornos mentais auto-referidos entre estudantes de graduação, identificando os fatores demográficos e psicossociais associados. MÉTODOS: Foi realizado um estudo de corte transversal entre 2005 e 2006, com aplicação de um questionário anônimo e de autopreenchimento dentro de sala de aula, utilizando-se um tipo de amostra proporcional por áreas dos cursos. Foi analisado um total de 1.290 estudantes, de ambos os sexos, regularmente matriculados (períodos diurno e noturno) nos cursos das áreas de humanas, artes, profissões da saúde, ciências básicas, exatas e tecnológicas, nos campi de Campinas/SP e de Limeira/SP da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O questionário utilizado abordou questões sobre o perfil sociodemográfico e saúde mental (por meio do instrumento padronizado M.I.N.I. - Mini International Neuropsychiatric Interview). Os dados foram submetidos à análise estatística e o nível de significância adotado foi de 5%. RESULTADOS: A prevalência de pelo menos um tipo de transtorno mental foi de 58%, sendo 69% em mulheres e 45% em homens. CONCLUSÕES: Este estudo revelou que estudantes do gênero feminino apresentam mais queixas de sofrimento mental e maiores dificuldades psicossociais.

          Translated abstract

          OBJECTIVE: To study the prevalence of self-reported mental disorders among undergraduate students, and to identify associations between mental disorders and students’ demographics. METHODS: A cross-sectional study was performed in 2005 and 2006. A self-report questionnaire was anonymously filled out by students in the classroom. A sample proportional to study fields was obtained involving 1.290 students, from both genders, regularly enrolled in courses from the following study fields: Humanities, Arts, Health Sciences, Natural Sciences, Exact Sciences and Technology, at the campi of the State University of Campinas (Unicamp) in Campinas and Limeira, Sao Paulo State, Brazil. The questionnaire adopted comprised demographic questions and the Mini International Neuropsychiatric Interview (M.I.N.I.) was used for mental health assessment. For the sake of statistical analysis, a significance level of 5%. RESULTS: 58% of overall undergraduate students reported at least one mental disorder (69% of female students and 45% of male ones). CONCLUSION: The present study indicates that female students report mental suffering more frequently than male students and they present more feelings of inadequacy.

          Related collections

          Most cited references 33

          • Record: found
          • Abstract: found
          • Article: found
          Is Open Access

          Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI): validação de entrevista breve para diagnóstico de transtornos mentais

           Tânia Amorim (2000)
          Objetivos: O MINI é uma entrevista diagnóstica padronizada breve (15-30 minutos), compatível com os critérios do DSM-III-R/IV e da CID-10, que é destinada à utilização na prática clínica e na pesquisa em atenção primária e em psiquiatria, e pode ser utilizada por clínicos após um treinamento rápido (de 1 a 3 horas). A versão Plus do MINI, mais detalhada, gera diagnósticos positivos dos principais transtornos psicóticos e do humor do DSM-IV. Este artigo apresenta os resultados de quatro estudos de validação do instrumento, realizados na Europa e nos EUA. Métodos: Os estudos 1 (França) e 2 (EUA) testaram a confiabilidade - entre avaliadores e teste-reteste - da versão DSM-III-R do MINI (n=84, sendo 42 pacientes psiquiátricos de cada centro) e sua validade com relação ao CIDI (n=346, sendo 296 pacientes psiquiátricos e 50 controles) e ao SCID-P (n=370, sendo 308 pacientes psiquiátricos e 62 controles), respectivamente. O estudo 3 testou a validade de diagnósticos gerados por clínicos gerais usando o MINI (DSM-IV) com relação aos diagnósticos clínicos habituais de psiquiatras, em 409 pacientes de centros de atenção primária de quatro países (França, Espanha, Itália e Reino Unido). O estudo 4 testou a confiabilidade entre avaliadores (n=20 pacientes psiquiátricos) e a validade dos módulos Transtornos Psicóticos, Depressão e Mania do MINI Plus - DSM IV (n=104 pacientes psiquiátricos) com relação a dois critérios de referência: diagnósticos do CIDI e diagnósticos clínicos de psiquiatras. Análises quantitativas (índices de concordância e de validade) e qualitativas (razões de discordância) foram realizadas. Resultados: Os índices de confiabilidade do MINI (estudos 1 e 2) e do MINI Plus (estudo 4) foram globalmente satisfatórios. Comparados a vários critérios de referência (CIDI, SCID-P, opinião de peritos), em diferentes contextos (unidades psiquiátricas e centros de atenção primária), o MINI e o MINI Plus mostraram qualidades psicométricas similares às de outras entrevistas diagnósticas padronizadas mais complexas, permitindo uma redução de 50% ou mais no tempo da avaliação. Análises qualitativas identificaram dificuldades e erros diagnósticos ligados aos casos, métodos de avaliação e critérios de diagnósticos estudados. Modificações foram introduzidas para corrigir os problemas identificados e otimizar as propriedades psicométricas do MINI e do MINI Plus. Conclusões: O MINI e sua versão Plus são adaptados ao contexto clínico e à avaliação de pacientes mais graves, e representam uma alternativa econômica para a seleção de pacientes, segundo critérios internacionais, em estudos clínicos e epidemiológicos. O MINI já está disponível em aproximadamente 30 idiomas, incluindo a versão brasileira. As perspectivas atuais de adaptação e aplicação transcultural do instrumento são discutidas.
            Bookmark
            • Record: found
            • Abstract: not found
            • Article: not found

            Statistical Methods for Rates and Proportions

              Bookmark
              • Record: found
              • Abstract: not found
              • Article: not found

              The detection of psychiatric illness by questionnaire: A technique for the identification and assessment of non-psychotic psychiatric illness

                Bookmark

                Author and article information

                Contributors
                Role: ND
                Role: ND
                Journal
                jbpsiq
                Jornal Brasileiro de Psiquiatria
                J. bras. psiquiatr.
                Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro )
                1982-0208
                2007
                : 56
                : 4
                : 237-244
                Affiliations
                [1 ] Universidade Estadual de Campinas Brazil
                [2 ] Universidade Estadual de Campinas Brazil
                Article
                S0047-20852007000400001
                10.1590/S0047-20852007000400001
                Product
                Product Information: website
                Categories
                PSYCHIATRY

                Clinical Psychology & Psychiatry

                mental health, Estudantes, saúde mental, Students

                Comments

                Comment on this article