Blog
About

8
views
0
recommends
+1 Recommend
1 collections
    0
    shares
      • Record: found
      • Abstract: found
      • Article: found
      Is Open Access

      DPOC associada a um aumento de mortalidade em doentes com pneumonia adquirida na comunidade Translated title: COPD is associated with increased mortality in patients with community-acquired pneumonia

      Read this article at

      ScienceOpenPublisher
      Bookmark
          There is no author summary for this article yet. Authors can add summaries to their articles on ScienceOpen to make them more accessible to a non-specialist audience.

          Abstract

          A doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) constitui, na actualidade, a quinta causa de morte, enquanto a pneumonia adquirida na comunidade (PAC) ocupa o sétimo lugar. O objectivo do presente estudo foi demonstrar que a DPOC como comorbilidade representa um factor preditivo do aumento da mortalidade em doentes hospitalizados com PAC. Foi colocada a hipótese de que doentes com DPOC e PAC apresentavam uma taxa de mortalidade superior aos indivíduos sem a referida patologia crónica. Trata-se de um estudo retrospectivo de doentes internados com PAC em dois hospitais universitários dos Estados Unidos da América. Foram incluídos doentes admitidos entre 1 de Janeiro de 1999 e 1 de Dezembro de 2002 com o diagnóstico principal de pneumonia ou em que esta constituía uma intercorrência infecciosa em doentes com insuficiência respiratória ou sepsis como diagnóstico primário. Eram indivíduos com idade ≥ 18 anos e diagnóstico de admissão de PAC apresentando uma radiografia do tórax ou tomografia axial computorizada efectuada nas primeiras 24 horas com achados consistentes com pneumonia. Critérios de exclusão: Alta de uma unidade de cuidados intensivos nos 14 dias que precederam a admissão; transferência de outra entidade hospitalar; infecção VIH/SIDA. Na ausência da avaliação de função pulmonar, foram considerados como doentes com esta patologia crónica as referências no boletim de internamento a enfisema, bronquite crónica e DPOC. Esta é a estratégia utilizada na aplicação de regras preditivas e reflecte o método utilizado no índice de gravidade de pneumonia presente em múltiplos estudos. Foram avaliadas a mortalidade aos 30 e 90 dias, o tempo de internamento, a admissão numa unidade de cuidados intensivos e a necessidade de ventilação mecânica. A mortalidade nos referidos períodos permite determinar a proporção de mortes atribuídas a pneumonia ou outras causas. O diagnóstico definitivo foi baseado na presença de uma das seguintes condições: Hemoculturas positivas para agentes bacteriológicos ou fúngicos; cultura de líquido pleural positivo para agentes patogénicos; aspirado traqueobrônquico com elevado número de agentes bacteriológicos nocivos; crescimento significativo de estirpes agressivas em amostras obtido por broncofibroscopia (≥ 1 x 103 colónias/ml). O índice de gravidade da pneumonia foi utilizado para determinar a gravidade do quadro inaugural de pneumonia. Representa um factor preditivo de mortalidade aos 30 dias em doentes com PAC. Baseia-se em 3 características demográficas, 5 patologias associadas (comorbilidade), 5 achados do exame objectivo e 7 achados radiológicos ou laboratoriais no momento da admissão. Os doentes foram classificados em 5 classes, sendo o risco de mortalidade aos 30 dias de 0,1% na classe I e 27% na classe V. Dos 744 doentes admitidos por PAC, 215 tinham o diagnóstico concomitante da DPOC, sendo 582 (78%) homens e 162 (22%) mulheres. A idade média era de 61 ± 16 anos (dos 18 aos 105). 83% foram admitidos no serviço de emergência provenientes do domicílio e 7% de lares; 17% tinham sido submetidos a antibioterapia no domicílio. Uma ou mais comorbilidades estavam presentes em 55% de doentes. As mais frequentes foram a insuficiência cardíaca congestiva (123 doentes) e o acidente vascular cerebral (105 indivíduos). Não existia patologia prévia em 15% dos casos. A presença de PAC em doentes com DPOC foi mais frequente em idosos provenientes de um lar e admitidos numa unidade de cuidados intensivos nas primeiras 24 horas. A existência concomitante de DPOC e ICC ou doença neoplásica era comum. O exame objectivo e os achados laboratoriais e radiológicos demonstraram que os doentes com DPOC estavam, com maior frequência, taquipneicos, acidóticos e hipoxémicos. A administração de antibióticos nas primeiras 4 horas ocorreu com maior incidência no grupo com DPOC (35 versus 26%), tendo sido submetidos a menor número de exames diagnósticos (hemocultura pré-antibioterapia nas primeiras 24 horas 70 versus 77%). Não se observou diferença significativa no nível de oxigenação entre os dois grupos. O diagnóstico bacteriológico foi obtido em 23% dos doentes com agentes isolados em cultura do sangue e expectoração. A bacteriemia estava presente em 10% dos doentes sem DPOC e 4,6% dos indivíduos com esta patologia. Hemoculturas positivas em 8,5%. Os agentes mais frequentes foram o Streptococcus pneumoniae (56) e o Staphylococcus aureus (39 casos). Os doentes com PAC e DPOC apresentaram mais infecções por Pseudomonas aeruginosa e Haemophilus influenzae, mas menos por S. aureus do que os doentes sem DPOC. O tempo de internamento foi mais prolongado nos indivíduos com DPOC (9±25 versus 7±8 dias). A mortalidade global aos 30 e 90 dias foi de 10 e 14%, respectivamente. Esta foi inferior no grupo sem DPOC: 30 dias - 8,7% versus 10,6%; 90 dias - 11,7% versus 18,6%. O índice de gravidade da pneumonia foi mais elevado nos doentes com DPOC (105 ± 32 versus 87 ± 34), bem como a taxa de admissão numa unidade de cuidados intensivos (20%), mas a necessidade de ventilação mecânica não. Verificou-se, também, que não houve diferença na mortalidade aos 30 e aos 90 dias nos doentes com PAC e DPOC admitidos numa UCI e sob ventilaçãomecânica ou que apresentavam bacteriemia.

          Related collections

          Most cited references 2

          • Record: found
          • Abstract: found
          • Article: not found

          Predicting death in patients hospitalized for community-acquired pneumonia.

          To validate a previously reported discriminant rule for predicting mortality in adult patients with primary community-acquired pneumonia and to determine which factors available at hospital admission predict a fatal outcome among such patients. Historical cohort study. University hospital. Adults admitted to the hospital for community-acquired pneumonia. Using stepwise logistic regression, we analyzed prognostic factors (data available at admission and recorded in the medical record) that showed a univariate association with mortality. The predictive values of three discriminant rules were measured to validate the results of a previous study. Of 245 patients, 20 (8.2%) died. Of 42 prognostic factors identified in previous studies, 8 were associated with mortality, but only a respiratory rate of 30/min or more, a diastolic blood pressure of 60 mm Hg or less, and a blood urea nitrogen of more than 7 mmol/L remained predictive in the multivariate analysis. A discriminant rule composed of these three variables was 70% sensitive and 84% specific in predicting mortality, yielding an overall accuracy of 82%. Tachypnea, diastolic hypotension, and an elevated blood urea nitrogen were independently associated with death from pneumonia in our study, confirming the value of a previously reported discriminant rule from the British Thoracic Society. This rule may be useful in triage decisions because it identifies high-risk patients who may benefit from special medical attention.
            Bookmark
            • Record: found
            • Abstract: not found
            • Article: not found

            Predicting death in patients hospitalized for community-acquired pneumonia

              Bookmark

              Author and article information

              Contributors
              Role: ND
              Role: ND
              Role: ND
              Role: ND
              Journal
              pne
              Revista Portuguesa de Pneumologia
              Rev Port Pneumol
              Sociedade Portuguesa de Pneumologia (Lisboa )
              0873-2159
              July 2007
              : 13
              : 4
              : 633-636
              Article
              S0873-21592007000400011
              10.1016/S0873-2159(15)30371-8

              http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

              Product
              Product Information: SciELO Portugal
              Categories
              RESPIRATORY SYSTEM

              Respiratory medicine

              Comments

              Comment on this article