13
views
0
recommends
+1 Recommend
1 collections
    0
    shares
      • Record: found
      • Abstract: found
      • Article: found
      Is Open Access

      Análise de dimensões do acesso à saúde das crianças com Síndrome Congênita de Zika (SCZ) na Região Metropolitana do Rio de Janeiro Translated title: Dimensional analysis of access to health of children with Congenital Zika Syndrome (CZS) in the Metropolitan Region of Rio de Janeiro

      research-article

      Read this article at

      Bookmark
          There is no author summary for this article yet. Authors can add summaries to their articles on ScienceOpen to make them more accessible to a non-specialist audience.

          Abstract

          Resumo Desde 2015 a população brasileira vive com as repercussões da epidemia de Zika, levantando o debate sobre as dificuldades de diagnóstico e acesso aos cuidados para crianças com Síndrome Congênita do Zika. As regiões Nordeste e Sudeste foram as mais atingidas, desafiando-nos a caracterizar o acesso à saúde das crianças portadoras da Síndrome Congênita do Zika nessas regiões. O objetivo deste artigo é analisar a disponibilidade e a acessibilidade dos serviços de saúde para a reabilitação das crianças com Síndrome Congênita do Zika na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A metodologia consistiu no mapeamento dos casos de Síndrome Congênita do Zika entre 2015 e 2017 na Região Metropolitana do Rio de Janeiro por bairros de residência e relacionados com a localização das unidades de reabilitação indicadas no Protocolo da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro. Como resultado foram identificados 202 casos de Síndrome Congênita do Zika na Região Metropolitana do Rio de Janeiro no período de 2015 a 2017. A região teve 85% de todos os casos do estado do Rio de Janeiro, o município do Rio de Janeiro concentrou 63% dos casos. A acessibilidade nesse município é a melhor se comparada com os demais da região metropolitana, dado que é a capital do estado e concentra grande parte dos serviços especializados em saúde materno-infantil.

          Translated abstract

          Abstract Since 2015, the Brazilian population has lived with the repercussions of the Zika epidemic, raising the debate on the difficulties of diagnosis and access to care for children with Congenital Zika Syndrome (CZS). The Northeast and Southeast regions were the hardest hit, challenging us to characterize the access to health of children with ZCS in these regions. The aim of this paper is to analyse the availability and accessibility of health services for the rehabilitation of children with CZS in the Rio de Janeiro Metropolitan Region (RMRJ). The methodology consisted of mapping the cases of CZS between 2015 and 2017 in RJRM by neighbourhoods of residence and related to the location of rehabilitation units indicated in the Protocol of the Rio de Janeiro State Secretariat of Health (SES/RJ). As a result, 202 cases of CZS were identified in the RMRJ from 2015 to 2017. The RMRJ had 85% of all cases in the state of Rio de Janeiro, the municipality of Rio de Janeiro concentrated 63% of the cases. Accessibility in this municipality is better compared to the others in the RMRJ, as it is the state capital and concentrates most of the specialized services in maternal and child health.

          Related collections

          Most cited references5

          • Record: found
          • Abstract: not found
          • Article: not found

          Microcephaly in Brazil: how to interpret reported numbers?

            Bookmark
            • Record: found
            • Abstract: found
            • Article: found
            Is Open Access

            Descrição dos primeiros casos de febre pelo vírus Zika investigados em municípios da região Nordeste do Brasil, 2015

            Resumo OBJETIVO: Confirmar a circulação do vírus Zika e descartar outros agentes etiológicos em surto ocorrido no Rio Grande do Norte (RN), Maranhão (MA) e Paraíba (PB), em maio/2015. MÉTODOS: estudo descritivo de série de casos com residentes em Natal-RN, Barra do Corda-MA, São Luís-MA e João Pessoa-PB, 20 em cada estado, com exantema e ausência de febre ou febre baixa e um dos seguintes sinais/sintomas, hiperemia conjuntival, artralgia ou edema de membros; realizou-se RT-PCR/isolamento para Zika, enterovírus e vírus respiratórios, e sorologias (dengue, rubéola e parvovírus B19). RESULTADOS: os principais sintomas foram exantema (n=60), prurido (n=54) e artralgia (n=47); 51 indivíduos não apresentaram febre; identificou-se vírus Zika em 18 casos (12 na PB, quatro no MA e dois no RN) e anticorpos para dengue em 14. CONCLUSÃO: os sintomas foram compatíveis com febre pelo vírus Zika; houve confirmação laboratorial de Zika e dengue.
              Bookmark
              • Record: found
              • Abstract: found
              • Article: not found
              Is Open Access

              Incidência de malformação congênita e atenção em saúde nas instituições de referência

              Objetivou-se identificar incidência de malformação congênita em serviços de referência, perfil sociodemográfico dos pais, composição das equipes de atendimento a demanda e anotações sobre acompanhamento do crescimento/desenvolvimento das crianças. Estudo documental, quantitativo, em cinco serviços de referência. Estudou-se 103 prontuários de crianças com até dez anos de idade, utilizando-se dois formulários. Maiores incidências do sexo masculino, da Síndrome de Down, microcefalia, hidrocefalia e surdez. A maioria das equipes de referência não é composta por todos os profissionais necessários ao atendimento integral das crianças. O enfermeiro não consta na composição das equipes. A análise do crescimento/desenvolvimento foi impossibilitada por falta de registro nos prontuários. O perfil sociodemográfico dos pais das crianças se caracterizou pela diversidade de renda, idade e escolaridade. As malformações apontadas nesse resumo sobressaíram às demais malformações congênitas, constituindo-se problema de saúde pública. As referências estudadas buscam atender necessidades de saúde da demanda para desenvolver habilidades psicomotoras.
                Bookmark

                Author and article information

                Journal
                sausoc
                Saúde e Sociedade
                Saude soc.
                Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. (, SP, Brazil )
                0104-1290
                1984-0470
                2020
                : 29
                : 2
                : e200064
                Affiliations
                [1] Rio de Janeiro orgnameFundação Oswaldo Cruz orgdiv1Instituto Oswaldo Cruz orgdiv2Laboratório de Doenças Parasitárias Brazil paulopeiter@ 123456gmail.com
                Article
                S0104-12902020000200202 S0104-1290(20)02900200202
                10.1590/s0104-12902020200064
                57ed3dc0-ce8d-4fdb-99fa-7ee194f738d2

                This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

                History
                : 05 May 2020
                : 03 February 2020
                Page count
                Figures: 0, Tables: 0, Equations: 0, References: 12, Pages: 0
                Product

                SciELO Public Health

                Self URI: Texto completo somente em PDF (PT)
                Categories
                Dossiê

                Accessibility,Healthcare Services,Congenital Zika Syndrome,Rio de Janeiro,Acessibilidade,Serviços de Saúde,Síndrome Congênita de Zika

                Comments

                Comment on this article