Blog
About

11
views
0
recommends
+1 Recommend
1 collections
    0
    shares
      • Record: found
      • Abstract: found
      • Article: found
      Is Open Access

      Resposta humoral de bovinos vacinados contra as toxinas botulínicas tipos C e D em diferentes faixas etárias Translated title: Humoral response of vaccinated cattle against toxins of Clostridium botulinum types c and d at different ages

      Read this article at

      ScienceOpenPublisher
      Bookmark
          There is no author summary for this article yet. Authors can add summaries to their articles on ScienceOpen to make them more accessible to a non-specialist audience.

          Abstract

          Foi verificada pelo teste de ELISA indireto a resposta humoral contra os toxoides botulínicos C e D em bovinos de diferentes idades. O estudo envolveu 90 animais, que foram divididos em três grupos (n = 30), de acordo com a sua faixa etária; inferior a 2 anos de idade (G1), entre 2 e 5 anos (G2) e superior a 5 anos (G3). Os grupos experimentais foram vacinados com duas doses de vacina antibotulínica bivalente (C e D) comercial, nos dias 0 e 42 após a primo-vacinação (booster). Na avaliação, quando realizada 30 dias após o booster, os animais do G3 apresentaram maior produção de anticorpos (p < 0,05) em relação aos demais grupos. Entre o G1 e G2 não houve diferença significativa na resposta humoral contra a toxina C, no entanto, contra a toxina D, os animais do G1 apresentaram maior produção de anticorpos. Todos os grupos produziram uma resposta significativa de anticorpos contra as toxinas botulínicas após a 2ª dose da vacina bivalente comercial, principalmente contra o tipo D.

          Translated abstract

          Cattle humoral response against type C and D botulinum toxoids (indirect ELISA) was verified in animals of different ages. The animals (n = 90) were divided in three groups (n = 30): group one (G1): less than two years old; group two (G2): from 2 to 5 years old; group three (G3): more than 5 years old. The groups were vaccinated with two doses [0 and 42 days after primary vaccination (booster)] of bivalent (C and D) antibotulinum vaccine. Group three had higher antibody production (p < 0.05) compared to the other groups, 30 days after the booster. There was no difference (G1 and G2; p > 0.05) in the humoral response against C toxin, however, against D toxin, group one had higher antibody production. It was possible to conclude that after two doses of the commercial bivalent vaccine all groups produced a significant antibody response against botulinum toxins, especially against D type.

          Related collections

          Most cited references 21

          • Record: found
          • Abstract: found
          • Article: found
          Is Open Access

          Surtos de botulismo em bovinos no Brasil associados à ingestão de água contaminada

          Botulismo em bovinos resulta da ingestão de toxina previamente formada. No presente trabalho são descritos sete surtos da intoxicação onde os dados clínico-patológicos, epidemiológicos e os achados laboratoriais indicaram a possível ingestão da toxina através da água contaminada. O coeficiente médio de mortalidade foi de 20,1%, com letalidade de 99,92%, e morbidade de 31,62%. Dos cerca de 9.000 bovinos envolvidos nos surtos, 2.844 morreram com quadro clínico predominantemente superagudo e agudo. A alta morbidade e mortalidade foram registradas num curto período de tempo e envolveram todas as categorias animais, com quadro clínico-patológico caracterizado por paresia e paralisia da musculatura da locomoção, deglutição e mastigação e ausência de lesões macroscópicas. As circunstâncias em que ocorreram os surtos estiveram relacionadas com a existência de carcaças de animais decompostas ou matéria orgânica vegetal na água de dessedentação. Foram detectadas toxinas botulínicas C e/ou D nas coleções de água, nas vísceras e no soro sangüíneo de parte considerável dos materiais examinados.
            Bookmark
            • Record: found
            • Abstract: not found
            • Article: not found

            Doenças do sistema nervoso de bovinos no Brasil

              Bookmark
              • Record: found
              • Abstract: found
              • Article: found
              Is Open Access

              Esporos e toxinas de Clostridium botulinum dos tipos C e D em cacimbas no Vale do Araguaia, Goiás

              Foram avaliadas a ocorrência e distribuição de esporos e toxinas de Clostridium botulinum tipos C e D em 300 cacimbas empregadas como bebedouro de bovinos em 130 propriedades rurais localizadas em 12 municípios do Vale do Araguaia, Estado de Goiás. A presença de esporos foi determinada indiretamente pelo cultivo em meio de cultura, seguido da inoculação e neutralização em camundongo das amostras de sedimento do interior das cacimbas, e do solo superficial e fezes de bovinos, coletadas ao seu redor. A presença de toxina foi avaliada diretamente pela inoculação em camundongo do sedimento filtrado das cacimbas, também seguida da neutralização em camundongo com antitoxinas C e D. A presença de esporos de C. botulinum foi significativamente maior (p<0,05) nas fezes de bovinos (31%), quando comparadas com os resultados das amostras de solo superficial (19%) e dos sedimentos (10%). Foram detectadas toxinas botulínicas dos tipos C, D, ou classificadas como pertencentes ao complexo CD, em seis amostras (2%) das 300 cacimbas. Das 130 propriedades trabalhadas, em 122(93,85%) foram encontrados esporos ou toxinas de Clostridium botulinum em pelo menos uma das variáveis pesquisadas, enquanto somente 8(6,15%) não apresentaram qualquer contaminação A idade e profundidade das cacimbas estiveram associadas com a freqüência de detecção de esporos e toxinas. Assim, quanto mais velhas e rasas, maior a freqüência do isolamento de esporos e toxinas. A contaminação das cacimbas do Vale do Araguaia goiano com esporos e toxinas do Clostridium botulinum tipos C e D demonstra o risco potencial permanente e crescente para a ocorrência da intoxicação botulínica de origem hídrica nos bovinos.
                Bookmark

                Author and article information

                Journal
                aib
                Arquivos do Instituto Biológico
                Arq. Inst. Biol.
                Instituto Biológico (São Paulo, SP, Brazil )
                0020-3653
                1808-1657
                March 2013
                : 80
                : 1
                : 99-102
                Affiliations
                Ilha Solteira SP orgnameUniversidade Estadual Paulista orgdiv1Faculdade de Engenharia orgdiv2Departamento de Biologia e Zootecnia Brasil
                Araçatuba SP orgnameUniversidade Estadual Paulista orgdiv1Departamento de Apoio, Produção e Saúde Animal Brasil
                Araçatuba SP orgnamePolo Regional Extremo Oeste orgdiv1Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Araçatuba Brasil vlmcurci@ 123456apta.sp.gov.br
                São Paulo SP orgnameInstituto Biológico orgdiv1Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Sanidade Animal Brasil
                Jaboticabal SP orgnameUniversidade Estadual Paulista orgdiv1Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias Brasil
                Article
                S1808-16572013000100014 S1808-1657(13)08000100014
                10.1590/S1808-16572013000100014

                This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

                Counts
                Figures: 0, Tables: 0, Equations: 0, References: 16, Pages: 4
                Product
                Product Information: SciELO Brazil

                Comments

                Comment on this article