Blog
About

  • Record: found
  • Abstract: found
  • Article: found
Is Open Access

Estudios sobre la mujer en tres Revistas de Salud Pública Translated title: Studies on women in three Public Health Journals: a bibliographical review

Read this article at

Bookmark
      There is no author summary for this article yet. Authors can add summaries to their articles on ScienceOpen to make them more accessible to a non-specialist audience.

      Abstract

      Este trabajo pretende observar la influencia que la "Conferência Nacional de Saúde e Direitos da Mulher", realizada en Brasília, en 1986, tuvo sobre las principales publicaciones periódicas del área de la salud pública de Brasil, respecto al tema de la mujer. Se muestran los artículos publicados en tres revistas del área, relacionados con la Salud de la Mujer; sin pretender realizar un análisis profundo del contenido de los artículos citados. Para ello, se organizaron por área temática los artículos publicados a partir de 1986 en las tres revistas: Revista de Saúde Pública (Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo, Saúde em Debate (Centro Brasileiro de Estudos de Saúde), y Cadernos de Saúde Pública (Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz). Se examinaron los artículos que tratan de la mujer, número de publicaciones y aspectos tratados en su contenido.

      Translated abstract

      The purpose of this study is determine how the First National Conference on Women's Health Rights, held in Brasilia in 1986, was reflected in three main Brazilian public health journals. The articles were published in Revista de Saúde Pública (Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo), Saúde em Debate (Centro Brasileiro de Estudos de Saúde) and Cadernos de Saúde Pública (Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz), from 1986 to 1993.

      Related collections

      Most cited references 97

      • Record: found
      • Abstract: found
      • Article: found
      Is Open Access

      A operação cesárea no Brasil: incidência, tendências, causas, conseqüências e propostas de ação

      Os autores fazem uma análise sobre a situação da operação cesárea no Brasil, que atingiu, na última década, níveis de incidência extremamente elevados, superiores aos de qualquer outro país. A partir dos dados disponíveis a nível nacional sobre a incidência de cesáreas ao longo dos anos, tenta-se caracterizar esta tendência e estabelecer suas diferenças sócio-econômicas e regionais, que mostram uma incidência mais alta para os indivíduos e regiões mais favorecidos economicamente. Consideram-se, também, os fatores que influenciam esta alta incidência, incluindo os fatores sócio-culturais, de organização da atenção obstétrica e fatores institucionais e legais. Enfatiza-se a esterilização cirúrgica que, sendo proibida no país, é realizada disfarçadamente através de uma indicação inadequada de cesárea. São analisadas, ainda, as conseqüências sobre a morbidade e mortalidade materna e perinatal, seus efeitos sobre a fecundidade da população e dos gastos extras para os cofres públicos decorrentes desta situação. Finalmente, propõem-se uma série de intervenções e mudanças que seriam necessárias a diversos níveis para reverter esta indesejável tendência de aumento da incidência de operações cesáreas.
        Bookmark
        • Record: found
        • Abstract: found
        • Article: found
        Is Open Access

        Fatores associados a não-utilização de anticoncepcionais na adolescência

        Elaborou-se revisão crítica da literatura sobre os fatores associados ao não uso de anticoncepcionais, na adolescência. Procurou-se integrar resultados de pesquisa, tanto no sentido de uma maior compreensão da vulnerabilidade do adolescente para problemas como a gravidez indesejada e a AIDS, quanto para o desenvolvimento de uma educação sexual mais efetiva e realista para esta faixa etária.
          Bookmark
          • Record: found
          • Abstract: found
          • Article: found
          Is Open Access

          Nosso corpo nos pertence: a dialética do biológico e do social

          Este artigo visa situar a discussão do biológico e do social no interior da análise da condição feminina. Com o surgimento das análises feministas, a hegemonia anterior das explicações biológicas é substituída por uma ênfase na construção social da identidade feminina. O determinismo biológico é repudiado, mesmo quando a identificação da mulher com o corpo e com a natureza e seu status secundário são considerados como universais. Neste processo de reelaboração do objeto, o papel ideológico da ciência é apontado, na medida em que a dominação masculina na ciência e na sociedade acompanhou a tendência histórica que relegou a questão da mulher à esfera natural. Embora uma crescente apreciação da construção social da atividade científica em si impulsione o abandono da dicotomia biológico/social ao nível conceitual, as diferenças entre homem e mulher na esfera da reprodução continuam a atuar. É argumentado que análise da reprodução requer caracterização dos sexos como entidades biossociais em relacionamento, situados em contextos históricos específicos, e que, na sociedade moderna, a mulher é sujeita a uma dupla contradição reprodutiva.
            Bookmark

            Author and article information

            Affiliations
            [1 ] Fundação Oswaldo Cruz Brazil
            Contributors
            Role: ND
            Journal
            csp
            Cadernos de Saúde Pública
            Cad. Saúde Pública
            Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz (Rio de Janeiro )
            1678-4464
            June 1995
            : 11
            : 2
            : 305-313
            S0102-311X1995000200014

            http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

            Product
            Product Information: SciELO Brazil
            Categories
            Health Policy & Services

            Comments

            Comment on this article