12
views
0
recommends
+1 Recommend
1 collections
    0
    shares
      • Record: found
      • Abstract: found
      • Article: found
      Is Open Access

      "O PROBLEMA RACIAL SE RESOLVERÁ QUANDO SE DESTRUÍREM A NEGRURA DO NEGRO E A BRANCURA DO BRANCO". ENTREVISTA COM O ANTROPÓLOGO PABLO RODRÍGUEZ RUIZ Translated title: 'THE RACIAL PROBLEM WILL BE SOLVED WHEN THE BLACKNESS OF THE BLACK AND THE WHITENESS OF THE WHITE ARE DESTROYED.' AN INTERVIEW WITH THE ANTHROPOLOGIST PABLO RODRÍGUEZ RUIZ

      Read this article at

      Bookmark
          There is no author summary for this article yet. Authors can add summaries to their articles on ScienceOpen to make them more accessible to a non-specialist audience.

          Abstract

          Resumo Nesta entrevista o antropólogo cubano Pablo Rodríguez Ruiz discute diferentes dimensões da questão racial no contexto cubano: a raça como construção social; as representações sociais existentes acerca dessa noção; a vigência histórica de uma ideologia do racismo em Cuba - que tem como uma das suas expressões o que denomina "racismo do porém". Abordam-se também as formas pretéritas e atuais do preconceito, da discriminação e das desigualdades raciais na sociedade cubana; e as conquistas, fragilidades e desafios das políticas públicas direcionadas à questão racial.

          Translated abstract

          Abstract In this interview, the Cuban anthropologist Pablo Rodríguez Ruiz discusses various dimensions of the racial question in the Cuban context: race as a social construct; the social representations surrounding this notion; and the historical existence of an ideology of racism in Cuba - one of the expressions of which is what he labels 'racism of the however.' The interview also explores past and current forms of prejudice, discrimination and racial inequalities in Cuban society; and the conquests, fragilities and challenges of public policies aimed at resolving racial issues.

          Related collections

          Most cited references 15

          • Record: found
          • Abstract: found
          • Article: found
          Is Open Access

          O Projeto Unesco e a agenda das ciências sociais no Brasil dos anos 40 e 50

          O artigo tem por objetivo descrever o processo de estruturação do ciclo de estudos sobre as relações raciais no Brasil patrocinado pela Unesco no início dos anos 50. Ao realçar a atuação de determinados atores sociais e suas respectivas visões a respeito do empreendimento a ser realizado no país, foi possível verificar os elos de ligação entre as demandas da agência internacional e o leque de questões formuladas pelas ciências sociais brasileiras. Esta agenda, sintetizada por Arthur Ramos no final dos anos 40, colocava para a inteligência do país inserida no mundo universitário o desafio de associar a qualificação profissional nos campos da Antropologia e da Sociologia e o incremento de pesquisas que pudessem decifrar o que o antropólogo considerava ser a singularidade brasileira, o "laboratório de civilização". Para Arthur Ramos, o tema das relações raciais assumia um lugar privilegiado para a percepção e análise dos desafios da transição do tradicional para o moderno, do cenário de significativas desigualdades sociais e raciais, da diversidade regional e da busca em conformar, em definitivo, uma identidade nacional.
            Bookmark
            • Record: found
            • Abstract: found
            • Article: found
            Is Open Access

            Preconceito racial de marca e preconceito racial de origem: sugestão de um quadro de referência para a interpretação do material sobre relações raciais no Brasil

            O objetivo deste texto é construir um quadro de referência que possa ser aplicado como um conjunto de hipóteses aos estudos das relações raciais no Brasil. Apresenta doze proposições que contribuem para estabelecer as características diferenciadoras de dois tipos de preconceito e de dinâmica das situações raciais na sociedade brasileira e na sociedade norte-americana. Para isso, dá o nome de "preconceito de marca" à forma como tais características se apresentam no Brasil e de "preconceito de origem" à maneira pela qual elas se constituem nos Estados Unidos.
              Bookmark
              • Record: found
              • Abstract: not found
              • Article: not found

              O problema do negro na sociologia brasileira

                Bookmark

                Author and article information

                Contributors
                Role: ND
                Journal
                sant
                Sociologia & Antropologia
                Sociol. Antropol.
                Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, RJ, Brazil )
                2236-7527
                2238-3875
                April 2017
                : 7
                : 1
                : 269-282
                Affiliations
                Havana Cuba orgnameInstituto Cubano de Investigación Cultural Juan Marinello Cuba yeibetty@ 123456gmail.com
                Article
                S2238-38752017000100269
                10.1590/2238-38752017v7111

                This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

                Page count
                Figures: 0, Tables: 0, Equations: 0, References: 15, Pages: 14
                Product
                Product Information: website

                Comments

                Comment on this article