Blog
About

  • Record: found
  • Abstract: found
  • Poster: found
Is Open Access

Stone tools transport by capuchin monkeys (Cebus apella)

  , 1

tool use, tool transport, nut cracking, Sapajus, primate, primate cognition

Read this article at

Bookmark
      There is no author summary for this article yet. Authors can add summaries to their articles on ScienceOpen to make them more accessible to a non-specialist audience.

      Abstract

      A busca e transporte de ferramentas até o local de utilização da mesma indica um planejamento da ação e reconhecimento dos objetos individuais envolvidos, pois é realizada num momento em que nem todos os elementos necessários para o uso da ferramenta estão juntos. Em macacos-prego ( Cebus apella), apesar de existirem observações diretas de transporte de varetas usadas como sondas, tanto em laboratório quanto em ambiente selvagem, não existiam tais observações no transporte de ferramentas de pedra em natureza, e em laboratório só existiam evidências negativas. No experimento realizado com um grupo de macacos-prego em semi-liberdade que utilizam regularmente ferramentas para quebra de cocos, retiramos todos os martelos próximos de um sitio de quebra artificial utilizado em experimentos de campo. As ferramentas em potencial foram então colocadas a 5 e 10 metros das duas bigornas durante a Fase 1 e apenas a 10 metros na Fase 2. Cocos de Syagrus romanzoffiana eram fornecidos ad libitum junto às bigornas. Na Fase 1 os indivíduos transportaram os martelos em 61% de um total de 100 sessões experimentais, sendo que nestas, 88% dos transportes ocorreram por até 5 metros. Na Fase 2 os indivíduos transportaram as ferramentas somente em 30% das 30 sessões. Nas duas fases, em 97% das sessões, ocorreu a coleta e transporte dos cocos que estavam nas bigornas antes dos macacos transportarem as pedras (o que ocorria depois com os cocos sendo segurados juntos). Mesmo nos casos em que não houve transporte das pedras, os cocos foram levados pelos macacos. O transporte de ferramentas de pedra até o local de utilização, contrariando estudos anteriores, foi realizado freqüentemente quando existiam pedras a cinco metros, e algumas vezes quando estas estavam somente a 10 metros, ocorrendo transportes por até 14 metros. O transporte de ferramentas de pedra demonstra que os macacos-prego podem planejar a utilização dessas ferramentas, pelo menos em um curto espaço de tempo até o objetivo final. E a coleta e transporte de cocos parece ser uma resposta à competição interindividual e, uma vez que o transporte de cocos oferece pouco custo, seria esperado que este ocorresse freqüentemente, para a proteção do recurso dos competidores.

      Related collections

      Author and article information

      Affiliations
      [1 ] Institute of Psychology - University of São Paulo
      Journal
      19 September 2018
      10.14293/S2199-1006.1.SOR-.PPKDUIA.v1

      This work has been published open access under Creative Commons Attribution License CC BY 4.0 , which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited. Conditions, terms of use and publishing policy can be found at www.scienceopen.com .

      Comments

      Comment on this article